Você está visualizando atualmente Phishing: como se proteger desse golpe?

Phishing: como se proteger desse golpe?

Gostou? Compartilhe:

Assim como as pirâmides financeiras, os mais variados golpes e fraudes acabam se desenvolvendo de diversas formas com o avanço da digitalização. Por causa disso, frequentemente as pessoas recebem mensagem de supostos bancos requisitando seus dados.

O Phishing vem se disseminando cada vez mais por meio da internet, principalmente entre pessoas com menor instrução. Isso faz com que seja essencial conhecer melhor como funciona o golpe e entender como se proteger dessa prática.

Nesse tipo de golpe, o golpista, também chamado de scammer ou hacker, tenta se passar por um representante de um banco ou instituição financeira. O objetivo é roubar informações das vítimas para obter ganhos financeiros.

Um dos meios de se aplicar o golpe é por meio de um e-mail, que pode parecer inofensivo, uma vez que realmente parece que a vítima está conversando com um profissional de uma empresa, mas na verdade se trata de um perfil falso.

Depois de um primeiro contato, os golpistas direcionam a vítima para um site falso e solicitam uma série de dados como:

  • Senhas de contas
  • Endereço
  • Dígitos e senha do cartão de crédito
  • Código de segurança do cartão
  • Palavra-chave para recuperação de contas
  • Códigos de SMS
  • Outros dados pessoais

 Phishing

Para atrair a vítima, os criminosos sempre tentam disfarçar o formato em que a mensagem é escrita. Além do e-mail eles podem entrar em contato utilizando:

  • Mensagem por SMS
  • Uso de perfis em redes sociais
  • Sites Falsos
  • Phishing em áudio ou ligações

Para parecer mais verdadeiro ainda, alguns golpistas costumam falar alguns dos dados pessoais da vítima, podendo ser o número de CPF, RG, nome completo, data de nascimento ou até mesmo o banco em que ela é cliente. Isso passa mais credibilidade e faz com que a vítima acredite mais facilmente.

É preciso estar atento, pois a maioria das informações que os criminosos solicitam não é solicitado pelas empresas, pois elas pensam em sua segurança, ou seja, se alguém está pedindo-as, há grandes chances de estarem tentando roubar seus dados.

Uma outra abordagem utilizada pelos golpistas, é fazer com que a pessoa baixe algum arquivo ou realize algum pagamento.

 Phishing

Para se proteger do Phishing, se atente aos seguintes pontos:

  • Nunca clique em um link ou abra anexos de e-mails suspeitos
  • Nunca forneça dados confidenciais na internet quando solicitados
  • Cheque o endereço de e-mail ou site que enviou a mensagem a você, procure erros ou algo que possa parecer suspeito
  • Procure pelo site oficial da empresa, autenticado como site seguro e compare com o que lhe foi enviado
  • Entre em contato com a empresa e confirme as informações

 Phishing

Quer ficar por dentro de todos os assuntos do mundo tributário? Cadastre-se em nosso blog! Acompanhe também nosso trabalho nas redes sociais e não perca nenhuma novidade!


Gostou? Compartilhe: